Será que a acupuntura pode reduzir o choro excessivo em bebês?

Todos os pais que tiveram um bebê com cólicas sabem que fariam qualquer coisa para aliviar o sofrimento da criança e fazê-la parar de chorar. Isso inclui balançar o bebê até ficar com o braço dormente, dar uma volta de carro no meio da noite e por aí vai.

Mas um novo estudo descobriu que a acupuntura pode ser a chave para acalmar um bebê com cólicas.

A pesquisa publicada no Acupuncture in Medicine descobriu que a prática pode diminuir o choro excessivo em bebês que sofrem de cólica infantil.

Cientistas da Lund University, da Suécia, experimentaram a técnica milenar chinesa em um grupo de bebês que choravam mais de três horas por dia, por três ou mais dias na semana, descobrindo que a acupuntura diminuía muito essas horas de choro.

O estudo analisou 147 bebês com idades entre duas e oito semanas, que sofriam com cólicas e foram divididos em três grupos. Dois grupos receberam acupuntura. No primeiro, uma agulha foi inserida a uma profundidade de 3mm por alguns segundos, enquanto no segundo, até cinco agulhas foram inseridas por até 30 segundos.

O tempo de choro dos bebês diminuiu em ambos os grupos, mas os pesquisadores descobriram que a acupuntura também acalma os bebês, de forma que o choro tende a ser mais calmo e durar menos, a longo prazo.

A Dra. Kajsa Landgren, que liderou o estudo, disse ao The Sun: “A cólica é um problema de cura espontânea, mas pode causar dores nos bebês e muito estresse na família. Muitos pais desesperados querem reduzir esse período extenuante e procuram ajuda na medicina complementar, já que não há medicações eficientes disponíveis. Descobrimos que bebês que recebem acupuntura choram menos”.

O objetivo não era acabar com o choro completamente, mas reduzir o seu excesso.

“O choro é a comunicação natural de um bebê, então o objetivo do tratamento é reduzi-lo a níveis normais”, disseram os pesquisadores sobre o resultado dos estudos.

“A acupuntura pode ser um tratamento eficiente para crianças que choram mais de três horas por dia.”

Mas nem todos os especialistas concordam que há provas suficientes para considerar esse tratamento uma abordagem segura e eficiente na redução do choro.

O professor David Colquhoun, farmacologista da University College London, disse: “Que pais achariam que enfiar agulhas em seu bebê faria ele parar de chorar?”

“A ideia parece bizarra. Esse artigo certamente não garante que o tratamento funciona.”

A cólica infantil afeta um a cada cinco bebês, e mesmo que seja inofensiva, ela é muito dolorosa para a criança e frustrante para os pais. Embora o choro frequente costume diminuir quando o bebê chega aos seis meses de idade, os pais podem muitas vezes se sentir impotentes e incapazes de acalmar a criança.

As causas da cólica infantil são desconhecidas, mas alguns especialistas acreditam que a indigestão, gases ou uma sensibilidade ao leite materno podem ser fatores contribuintes.

Em termos de tratamento, o site do NHS recomenda algumas técnicas, incluindo segurar seu bebê durante um episódio de choro intenso, fazê-lo arrotar após amamentar, balançando-o delicadamente por cima do ombro e massageando sua barriga.

 

Yahoo

25/01/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *