Maceió registra queda de 44% no número de assaltos a coletivos

Resultados positivos são frutos de parceria entre a Segurança Pública, Sindicato dos Rodoviários e empresas de ônibus

8c13c5a1a5ea3888c83aca66992bf8e7_l

Os assaltos a coletivos em Maceió caíram de 102 para 59 entre agosto e setembro deste ano – o equivalente a redução de 44%. A Informação foi confirmada pelo secretário de Estado da Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL), Lima Júnior, durante reunião com o Sindicato dos Rodoviários e empresas de transporte público, na manhã desta quinta-feira (13), na secretaria.

“O assalto a ônibus é uma modalidade de crime que incomoda demais a sociedade, pois além de causar prejuízos a pessoas com menor poder econômico, como grande parte dos trabalhadores e estudantes, provoca a sensação de insegurança no transporte público, também responsável pela locomoção de famílias. A Segurança Pública, contudo, tem priorizado o combate a essas práticas e graças a Deus, ao trabalho dos policiais, do sindicato e das empresas nosso empenho tem dado certo”, refletiu Lima Júnior.

O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Alagoas (Sinttro/AL), Hernande José dos Santos, também ficou satisfeito com o resultado. “O sindicato avalia a parceria com a SSP e a Transpal de forma positiva, pois tem proporcionado uma redução significativa nos roubos. Isso traz mais tranquilidade para quem trabalha nos coletivos e também para quem utiliza os ônibus diariamente”, falou.

O encontro entre o secretário e as instituições ocorre mensalmente, a fim de avaliar os resultados obtidos nas operações policiais durante o mês anterior, bem como para traçar novas estratégias de combate aos assaltos no mês seguinte. Essa discussão, para o representante da Associação dos Transportadores de Passageiros do Estado de Alagoas (Transpal), Anderson Costa Cabral, tem sido fundamental para o sucesso dos trabalhos.

“Nas reuniões informamos à SSP os casos e mapeamento dos locais com maior incidência de assaltos, pois isso permite a elaboração de estratégias mais efetivas. A parceria entre órgãos envolvidos tem dado certo, e as estatísticas comprovam isso”, pontuou Cabral.

O comandante do Policiamento da Capital (CPC), coronel Claudevan Albuquerque, também participou da reunião.

Gildo Júnior – Agência AL

13/10/16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *