Jovem perde testículo por erro médico e receberá R$ 50 mil de indenização

Decisão judicial vai garantir uma indenização de R$ 50 mil para um jovem de 28 anos que perdeu um testículo por conta de erro médico ocorrido no Hospital Alberto Cavalcanti, no Bairro Padre Eustáquio, na Região Noroeste de Belo Horizonte.

O caso aconteceu há 12 anos, em 2007, quando o jovem tinha 16 anos. Na ocasião, a vítima sentia fortes dores na gônada sexual e foi encaminhado à unidade médica para resolver o problema.

Inicialmente, ele compareceu ao hospital por três vezes, mas em nenhuma delas houve prescrição de medicamentos nem tratamento. Somente na quarta oportunidade a equipe médica recomendou exames e receitou remédios.

Contudo, já era tarde demais, pois o problema sójovem foi identificado cinco meses depois, o que causou grande sofrimento para ele. Por causa da demora, o quadro se agravou e ele precisou retirar o testículo direito.

O pagamento da indenização deverá ser feito pela Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), responsável pela administração do Hospital Alberto Cavalcanti.

Em sua defesa, a Fhemig alegou que a doença evoluiude maneira imprevisível. Segundo a fundação, o jovem foi corretamente avaliado pela equipe médica e, ao longo do tratamento, apresentou melhora significativa.

A instituição argumentou que seus funcionários não agiram com imperícia, imprudência ou negligência. Também defendeu que o fato poderia ocorrer, independentemente das técnicas e dos cuidados ministrados.

Nenhum dos argumentos foi aceito pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

A ação movida pelo então adolescente e sua mãe também mirava a Prefeitura de Belo Horizonte. O Executivo municipal argumentou que não se omitiu nem praticou conduta negligente que justificasse pagamento de indenização.

O judiciário, por meio do magistrado Elton Pupo Nogueira, aceitou a posição da PBH.

08/11/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *