Ministro cede área no Quartel do Exército ao Governo para construção de eixo viário em Maceió

Projeto busca garantir mais fluidez ao trânsito na região da Avenida Fernandes Lima

bf5e0896e29b7f036f449c46c707814a_xl
Autorização vai permitir construção do eixo viário do Quartel.

O ministro da Defesa, o alagoano Aldo Rebelo, vem a Maceió na próxima quinta-feira, 5, para assinar um termo de cessão de parte da área do 59º Batalhão de Infantaria Motorizada (BIMTz), localizado na capital alagoana, para a construção de um dos eixos viários visando à futura instalação do denominado corredor de transporte de massa. A solenidade de assinatura acontece às 10h, no Palácio República dos Palmares, com a presença do governador Renan Filho e do general do Exército, Manoel Pafiadache.

A autorização dá andamento à construção do Eixo Quartel, já que, de acordo com o projeto, parte da via deve passar pela área do 59º Batalhão. A obra representa mais uma opção de escoamento do tráfego na Avenida Fernandes Lima, em consequência também das intervenções já realizadas na principal avenida de Maceió.

Para o secretário de Estado de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, “Alagoas presenciará um momento histórico, pois, há muitos anos se fala da construção de uma via que pudesse passar pelo 59º Batalhão do Exército, já que não existe nenhuma outra alternativa que viabilize o tráfego de um lado ao outro, a exemplo do Centro à Avenida Rotary”.

O Estado prevê desapropriar ao menos dez áreas localizadas nas ruas Marieta Lages, Goiás, Tereza de Azevedo, Frei Caneca, Luiz de Mascarenhas e Miguel Palmeira. A área requisitada pelo governo do estado ao quartel possui 15.918 m² de extensão.

As obras preliminares estão em processo de licitação, e a Procuradoria Geral do Estado deve conduzir o processo de desapropriação, estando autorizada a invocar o caráter de urgência no processo. Conforme publicação no Diário Oficial do Estado em fevereiro de 2016, as despesas decorrentes deste projeto correrão à conta dos recursos previstos na Lei Orçamentária Anual do Estado.

Além dos imóveis situados nas imediações do 59º Batalhão, haverá desapropriações também nas proximidades do Centro de Estudos e Pesquisas Aplicadas (Cepa), a fim de conferir espaço ao segundo eixo, o Eixo Cepa, desafogando o trânsito na Avenida Fernandes Lima e, consequentemente, na Avenida Durval de Góes Monteiro.

Agência Alagoas