Tocha olímpica viaja 36 mil km pelo Brasil; acompanhe o caminho do símbolo dos Jogos

206826-o_beijo_da_chama_olimpica_em_brasilia-0b1c4d-original-1462310791

A chama olímpica finalmente está no país-sede dos Jogos Olímpicos deste ano – e terá uma longa viagem pela frente até acender a pira do estádio Maracanã, no Rio de Janeiro, no dia 5 de agosto. A tocha desembarcou na capital federal Brasília no dia 3 de maio, e seguirá um percurso de cerca de 36 mil quilômetros, passando pelas cinco regiões. A rota inclui 329 localidades, incluindo todas as capitais estaduais, totalizando 20 mil quilômetros de viagem por terra, além de 10 mil milhas aéreas (cerca de 16 mil km). Foram selecionados 12 mil condutores, entre ídolos do esporte e cidadãos com histórias de vida ligadas aos valores olímpicos.

Para não perder a tocha de vista, você pode acompanhar o caminho da chama olímpica nestes 94 dias de passagem pelo Brasil, e seguir a linha do tempo para saber onde a tocha está. O mapa interativo* abaixo traz todas as cidades por onde o símbolo dos Jogos vai passar, além dos destinos que farão celebrações à chegada da chama – foram 83 cidades escolhidas como locais onde a tocha passará a noite após os revezamentos.

4 de maio – Corumbá, Pirenópolis e Anápolis (GO)

Nas primeiras cidades do estado de Goiás, a tocha olímpica visitou a cachoeira Salto do Corumbá, desceu a cachoeira do Abade de rapel, subiu de balão pelo céu de Pirenopólis e passou pelo topo das árvores, em uma trilha de arvorismo. A tradição também se fez presente: houve apresentações das Cavalhadas de Corumbá e Pirenópolis, que são representações das batalhas entre mouros e cristãos do século 13, e das pastorinhas típicas da Festa do Divino, uma manifestação religiosa da região. Keila Silva, da luta olímpica, a ciclista Raiza Gulão, o ex-jogador de futebol Sandro Goiano e os cantores Zezé DiCamargo e Luciano participaram do revezamento do dia, com cerca de 280 quilômetros de extensão. Anápolis, “cidade-dormitório” do dia, recebeu a tocha com fogos de artifício. Leia mais.

1017352-04052016-mca_3537
Cidade histórica de Goiás, Pirenópolis recebeu a tocha olímpica no segundo dia de revezamento. Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

 

3 de maio – Brasília (DF)

O ponto de partida do caminho da tocha pelo Brasil foi a capital. O avião, vindo da Suíça, pousou em solo brasileiro às 7h25. Depois de uma cerimônia no Palácio do Planalto, teve início o revezamento, cortando 105 quilômetros do Distrito Federal. A tocha passou por 24 pontos e cinco regiões administrativas. Entre os condutores, nomes de peso do esporte, como Fabiana, Gabriel Medina, Vanderlei Cordeiro de Lima, Paula Pequeno, Adriana Araújo, Thiago Pereira, Alan Fonteles e Joaquim. O percurso terminou com quase três horas de atraso, com a celebração na Esplanada dos Ministérios. Leia mais.

1016885-df_03052016img_3701-
A jogadora de vôlei Fabiana, central da seleção brasileira, abriu o revezamento da tocha olímpica pelo país. Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

EBC

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *