Pai é acusado de abusar sexualmente e engravidar filha de 12 anos

crianca

O pai de uma criança de 12 anos é o principal suspeito de ter abusado sexualmente e de engravidar a própria filha. O caso foi registrado na Favela Mundaú, no bairro do Vergel do Lago, na cidade de Maceió, nesta terça-feira, 01.

Uma denúncia anônima fez com que o Conselho Tutelar da 2ª Região procurasse a família para verificar a situação. Chegando ao local, os conselheiros constataram que a criança estava sendo abusada pelo pai, de 32 anos.

Segundo o Conselho Tutelar, o pai da menina, identificado como Edivaldo Gomes da Silva, abusava da filha enquanto a esposa não estava em casa. A vítima foi ouvida e contou que sofria abusos desde novembro do ano passado. Ela também comentou que os atos eram cometidos com frequência e sem qualquer tipo de ameaça por parte do acusado.

De acordo com a informação da conselheira Valmênia Santos, após a confirmação do abuso, a menina foi levada à Polícia para o registro do Boletim de Ocorrência, e depois encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para exame de conjunção carnal.

Por fim, a criança foi conduzida à Maternidade Escola Santa Mônica, onde foi constatada a gravidez. “O teste deu positivo e ela está grávida de três meses, mas a vítima não tem noção da gravidade do caso”, comentou a conselheira. Além disto, a garota foi ouvida por duas psicólogas.

A mãe da garota também foi ouvida. Em seu depoimento, a mulher, que não teve o nome revelado, contou que percebeu algo estranho ao notar que a barriga da criança estava crescida. No entanto, de acordo com as denúncias anônimas, a mãe e a filha estavam tramando o aborto do feto há algum tempo.

Edivaldo Gomes da Silva desapareceu após ser denunciado e descobrir que estava sendo procurado pela polícia. O caso será apurado em sigilo pela Delegacia dos Crimes contra a Criança e o Adolescente.

Cada Minuto