Kaakutja, a primeira vítima fatal de um bumerangue

Estudo descreve a morte de um australiano, por volta do século XIII, durante um ataque surpresa de inimigos armados com a arma rudimentar

ciencia-boomerang-esqueleto

Um australiano que morreu por volta do século XIII pode ter sido a primeira vítima de um bumerangue. Encontrado em Nova Gales do Sul, na Austrália, seu crânio mostrava a mandíbula aberta, como pedindo socorro, e os pesquisadores decidiram investigar as causas da, provável, morte violenta.

O estudo, que descreve como Kaakutja, nome que recebeu o esqueleto, pode ter sucumbido a vários golpes de um rudimentar bumerangue de madeira, foi publicado na edição de outubro da revista Antiquity, da Universidade de Cambridge, na Inglaterra. A pesquisa pode ajudar a decifrar como se deram as brutais lutas entre os homens do passado.

veja

18/10/16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *