Faltam cinco dias para o início do horário de verão

A partir de domingo (16), moradores do Sul, Sudeste e Centro-Oeste deverão adiantar relógio

2dvbbr5sce_8u2nzprxyk_file

Faltam cinco dias para os brasileiros das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste adiantarem o relógio em uma hora. Exatamente às 0h de domingo, 16 de outubro, os brasileiros que moram no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e do Distrito Federal devem alterar os relógios. Esse horário vai vigorar até o dia 19 de fevereiro de 2017.

Adotada desde 1931, a medida gera economia de energia ao País, com menor consumo no horário de pico (entre as 18h e 21h). Isso porque as residências, indústrias e comércios brasileiros aproveitam melhor a luminosidade natural, que dura mais tempo nesse período.

Assim, o uso de energia gerada por termelétricas pode ser evitado, reduzindo o custo da geração de eletricidade.

Em 2015, o horário de verão permitiu poupar nada menos que R$ 162 milhões, segundo o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico). A economia foi possível porque não foi preciso adicionar mais energia de usinas termelétricas para garantir o abastecimento do País nos horários de pico.

Essa redução representa cerca de 4,5% da demanda de ponta das três regiões e é equivalente a uma vez e meia a carga no horário de ponta de Brasília ou o dobro da carga no horário de ponta de Florianópolis.

20161004-horario-verao2

r7

12/10/16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *