Agências bancárias ficam sem dinheiro em diversas partes de Alagoas

caixa

Quem procura os caixas eletrônicos das agências bancárias de Maceió na manhã desta terça-feira (3) está com dificuldade para encontrar dinheiro nos postos de atendimento.

A paralisação de cerca de 300 seguranças que trabalham no transporte de valores, e abastecem bancos e caixas eletrônicos em todo estado, começa a prejudicar clientes que precisam sacar algum dinheiro, em diversas partes de Alagoas.

“Fui até o povoado de Barra Nova, no Litoral Sul, para conseguir sacar dinheiro”, contou Wellington Soares, que mora em Maceió, durante entrevista ao TNH1.

Bancários que trabalham na Caixa Econômica, Santander e Bradesco, ouvidos pela reportagem, confirmaram a falta de dinheiro nos postos de atendimento.

“Meu posto no Hospital do Açúcar já está zerado e sei que as agências da Rua do Sol também estão na mesma situação”, comentou o funcionário, que teve a identidade preservada pelo TNH1.

O presidente do Sindicato dos Bancários em Alagoas, Jairo França, informou que os reflexos podem ser observados na quantidade de usuários dentro das agências, que antes resolviam tudo nos equipamentos de autoatendimento. “As filas aumentaram e, com o início da semana de pagamento, o volume tende a aumentar ainda mais”, observou.

Não é só em Maceió que a paralisação afetou o atendimento. Nos municípios de pequena população, onde apenas postos bancários fornecem dinheiro à população, o dinheiro já acabou.

Reabastecimento

Segundo Cícero Ferreira, presidente do Sindicato dos Seguranças de Alagoas, uma operação emergencial irá atender essas localidades ainda nesta terça. “Nossa intenção não é prejudicar a população, mas exigir que nossos direitos, garantidos por Lei, sejam cumpridos”, ressaltou.

A categoria pede um reajuste de 15%, plano de saúde e revisão do valor do vale-alimentação, além de melhores condições de trabalho.

Dayane Laet – TNH1