Sobe para 113 o número de praias com manchas de óleo no Nordeste

Passou de 99[/dropcap]para 113 o número de locais no Nordeste afetados pelo vazamento de um petróleo até agora, “sem dono”. As manchas de petróleo cru começaram a se espalhar por toda a costa do Nordeste desde o começo de setembro ocasionando na morte de diversos animais marinhos, além da poluição de mares e praias.

A Petrobras analisou os resíduos e constatou que o material não é de origem brasileira, já que a estatal não produz petróleo cru. A  primeira suspeita é que o petróleo tenha vindo de navios que passam pela região. O grupo da Agência Estadual de Meio Ambiente de Pernambuco (CPRH), está sob o comando das primeiras avaliações do resíduo e do mapeamento da causa, mas as pesquisas ainda estão em fase inicial, diz o Terra.

Confira quantos locais foram atingidos em cada estado, segundo o Ibama:

  • Alagoas: 11 locais
  • Ceará: 8 locais
  • Maranhão: 11 locais
  • Paraíba: 16 locais
  • Pernambuco: 19 locais
  • Piauí: 1 local
  • Rio Grande do Norte: 43 locais
  • Sergipe: 4 locais

O número de animais ferido também aumentou, O óleo já atingiu ao menos 12 tartarugas e uma ave bobo-pequeno. Três tartarugas foram encontradas vivas e nove morreram após o resgate. A ave também não sobreviveu. Confira a lista de onde os animais foram encontrados:

  • 1/9 – 1 tartaruga marinha – Praia de Sabiaguaba, Fortaleza (CE) – morta
  • 4/9 – 2 tartarugas marinhas – Praia do Paiva, Cabo de Santo Agostinho (PE) – mortas
  • 7/9 – 1 ave bobo pequeno – Praia de Cumbuco, Caucaia (CE) – morta
  • 11/9 – 1 tartaruga marinha – Praia de Jacumã, Ceará-Mirim (RN) – viva
  • 16/9 – 1 tartaruga marinha – Ilha dos Poldos, Aroises (MA) – morta
  • 22/9 – 1 tartaruga marinha – Praia de Itatinga, Alcântara (RN) – viva
  • 22/9 – 1 tartaruga marinha – Praia da Redinha Nova, Extremoz (RN) – morta
  • 23/9 – 1 tartaruga marinha – Praia da Redinha Nova, Extremoz (RN) – viva
  • 24/9 – 1 tartaruga marinha – Jericoacoara, Jijoca de Jericoacoara (RN) – morta
  • 28/09 – 1 tartaruga marinha – Ilha Grande, Ilha Grande (PI) – morta

30/09/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *