Aluno que agrediu professora deverá responder por lesão corporal

A Polícia Civil concluiu na tarde desta quinta-feira (24) e encaminhou à Justiça o inquérito sobre a agressão à professora Marcia Friggi, de 51 anos. O adolescente de 15 anos deverá responder por lesões corporais. Caso ocorreu na segunda (21) em Indaial, no Vale do Itajaí.

Na segunda, a professora registrou boletim de ocorrência (B.O.), afirmando que foi agredida por um aluno, inclusive com soco, pela manhã. Segundo ela, o caso ocorreu na sala da direção de uma escola de Indaial depois que ela chamou a atenção do estudante, revela o G1.

Mais depoimentos

O delegado responsável pelo caso, José Klock, afirmou que foram ouvidas na tarde desta quinta a diretora e secretária que estavam na sala da direção na hora. “Basicamente, confirmam as agressões conforme havia sido dito pela vítima”, disse o delegado.

De acordo com José Klock, o adolescente pode ter que prestar uma medida socioeducativa, como a prestação de um serviço, ou ser apreendido e internado por alguns meses.

A Prefeitura de Indaial afirmou em nota que, após encontro entre a Secretaria de Educação de Indaial e o Ministério Público de Santa Catarina, foi decidido que o aluno será suspenso até a definição do processo.

O adolescente prestou depoimento na quarta (23). “Disse que primeiramente foi ofendido pela professora, a situação foi se agravando, ele perdeu a cabeça e acabou batendo na professora”, relatou o delegado. “Se mostrou arrependido, teria não-feito se tivesse pensado um pouquinho mais. Disse que foi um ato impensado, de pura emoção”, continuou José Klock.

‘Soco violento’

À NSC TV, a professora, que dá aulas de português em uma escola municipal de Indaial deu detalhes da agressão sofrida. “Foi um soco violento. Um menino de 15 anos, alto, forte, um homem. Eu sou uma mulher pequena, uma mulher de 1,65 metro”, contou.

“Lembro de ter caído contra a parede porque foi violento o soco que ele me deu. Cortou o supercílio, estou com um olho completamente inchado agora, está saindo pus”.

Discussão por livro

A agressão ocorreu por volta das 10h20 desta segunda-feira, de acordo com o B.O. A professora disse à polícia que chamou a atenção do aluno por ele estar com o livro debaixo da mesa e, com o objetivo de fazê-lo focar mais na aula, pediu que ele colocasse a publicação em cima da mesa. Em seguida, o estudante ficou alterado e disse para a professora “se f…”.

Diante disso, segundo o B.O., ela pediu que o aluno fosse para a sala da direção. Antes de ir, ele jogou o livro em direção a ela, na frente dos demais estudantes. Ao chegar à direção, o adolescente negou o ocorrido, exaltou-se e chamou a professora de mentirosa. Em seguida, deu socos nela, o que causou uma lesão no olho.

24/08/2017

(Visited 6 times, 1 visits today)